Formacao

Saturday, February 04, 2006

NINGUÉM DÁ NADA A NINGUÉM


Ninguém dá nada a niguém, é o que dizem actualmente.
E a maior parte das vezes é assim.
Vivemos numa sociedade que aprendeu a ajudar os outros só com contrapartida ou para pagamento de favores, pelo que quando alguém resolve oferecer a troco de nada já ninguém acredita.
Na zona em que nasci os vizinhos ajudavam-se, sem esperar nada em troca. Ouvia muitas pessoas dizerem "Deus lhe Pague" e isso era suficiente. A alegria de ajudar bastava. O ajudar e ser ajudado era a recompensa, quem ajudava e quem era ajudado sentia-se bem.
Cresci pensando assim.
Continuo pensando assim.
Será errado ser assim?

4 Comments:

At 11:29 PM, Blogger Fátima Silva said...

Sabes Nanda, penso que ser assim é um dom... o segredo de viver uma vida com sentido.
Muitas pessoas vivem viradas para si próprias . Inventam mil e uma estratégias para se sentirem cada vez mais confortáveis mas,depois, sentem-se enfadadas com a vida. Penso que o segredo da vida está na consciência que temos do outro e na nossa disponibilidade para o auxiliar.
É dar sentido a esta passagem na companhia dos outros.
Boa semana para ti

 
At 11:31 PM, Blogger JSilvio said...

:D
A zona onde nasceste deve ser muito bonita =)
Ainda tem gente assim..que dá tudo só contando obter a graça de Deus!
Mas o mundo está muito poluído...é raro encontrar alguem puro, que faça algo sem obter algo em troca e normlamente querem sempre + do que deram...mas que fazer...esperar que hajam pessoas como as da terra onde nasceste ;) e tentar que consigamos ser uma ;)

beijokas

 
At 12:24 AM, Blogger Desambientado said...

Não és a única a pensar assim, e quem pensa de outra forma, não consegue ser feliz verdadeiramente.

Um beijinho.

 
At 5:53 PM, Blogger soslayo said...

NANDA, estás certíssima contigo e com a tua consciência e comungo da mesma maneira que tens de ver as coisas pelo lado do gosto de dar. Sem essa que Deus ajuda!?... Mesmo que o mundo actual não se comporte da forma que aches bem, continua assim porque não és tu que estás errada! Acredites ou não, toda a minha vida tenho dado mais aos outros do que tenho recebido. Também, quando faço algo, para bem comum ou de um amigo não o faço com o intuito da retribuição mas simplesmente pelo gosto de poder ajudar. No entanto, continuo a agir dessa forma de como gosto de ser e estar, o resto, não me compete a mim avaliar mas sim ao tempo e à natureza. Um beijinho.

 

Post a Comment

<< Home