Formacao

Wednesday, January 11, 2006

BARREIRAS

Tenho um amigo que por ser portador de deficiencia motora/fisica, só pode se deslocar em cadeira de rodas.
À dias estavamos a conversar sobre a possibilidade de ele fazer um part-time (uns trocos a mais davam jeito), então ele diz-me que até teve uma proposta mas...teve que recusar.
Motivo:
No edificio que ele iria trabalhar não poderia ir ao wc, 1º porque teria que subir e descer escadas; 2º. a largura da porta não dava para entrar uma cadeira de rodas.
como este exemplo há muitos outros que poderia divulgar aqui.
Pois bem, desde 1997 (já se passaram 9 anos) que há um diploma (Decreto-Lei) que prevê a eliminação das barreiras arquitectonicas mas infelizmente não passa do papel.

7 Comments:

At 10:42 PM, Blogger Desambientado said...

Não estive muito tempo afastado daqui, e quando cá volto, encontro gramde produtividade.
Deixo "recado" apenas neste post, por ser pertinente, por nos fazer pensar em nunca mais nos esquecermos dos outros.

 
At 11:19 PM, Blogger soslayo said...

NANDA, mas neste país a Lei apenas serve para constar como Lei mas a sua aplicação na prática, fica a uma distância abismal. São as manias economicistas dos nossos construtores em Portugal. E, descansa porque ninguém lhes faz mal! Um beijo

 
At 1:07 AM, Blogger Fátima Silva said...

O nosso país gosta de se movimentar como o caracol, lento, lento, lento... até o espírito é lento. ´
É triste verificar que em pleno sec. xxi ainda se observe tanta ineficiência.

 
At 4:10 PM, Blogger Nanda said...

Desambientado,
Realmente escrevi muito, apeteceu-me! tem dias que não sai nada outros não páro de escrever!
obrigado pela visita.
Este post escrevi pensando não só no meu amigo mas em todos os cidadãos que encontram estas barreiras (arquitectonicas e não só).

 
At 4:23 PM, Blogger Nanda said...

Soslayo,
infelizmente sei que tens razão.
A lei não passa do papel.
Falta acima de tudo, os ditos normais se porem no lugar de uma pessoa portadora de deficiencia e imaginarem as barreiras existentes.

 
At 4:24 PM, Blogger Nanda said...

Fátima,
se o espirito não fosse tão lento, talvez já não se verificassem situações como estas :(

 
At 3:13 AM, Blogger Antes do Nunca said...

Lamentável...

Grato pela tua visita!

 

Post a Comment

<< Home